Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão)’

O vice-governador e presidente do Comitê Gestor das Copas, Alberto Pinto Coelho, participou, nesta quarta-feira (20), do almoço em comemoração aos 200 dias de obras da terceira etapa da reforma do Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), sem atrasos. Em clima de festa junina, um trio de cantores de forró animou os cerca de 750 operários, que foram parabenizados pelo vice-governador, pelo trabalho eficiente.

“Toda grande obra exige suor e talento. Não tenho dúvidas que vocês estão trabalhando aqui, hoje, sabendo que poderão falar para todos que são parte integrante do Novo Mineirão, estádio que terá todas as condições para abrir o Mundial. Minas Gerais é candidatíssima, tem cumprido todos os prazos, e tem servido de exemplo para o resto do país”, disse Alberto Pinto Coelho, aos operários, no início da festa.

O vice-governador ressaltou o trabalho em sintonia entre Governo de Minas e Prefeitura de Belo Horizonte para o sucesso da Copa do Mundo de 2014.

“Com esse trabalho em equipe, vamos também deixar como legado uma nova mobilidade urbana, investimentos em segurança e saúde pública, nos pontos turísticos e rede hoteleira. A nossa eficiência é o que mais nos credencia para ser sede da abertura. Nossos trunfos são o trabalho e capacidade de gestão pública”, completou.

O diretor-presidente do consórcio Minas Arena, Ricardo Barra, responsável pelas obras, ressaltou o empenho dos operários para que as obras estejam em dia.

“Parabéns para todos vocês, que estão empenhados no cumprimento de nossas metas e desafios. A dedicação, aliada ao trabalho competente de cada um, nos garante o sucesso e a certeza de que em dezembro de 2012 o Mineirão será entregue para a cidade”, disse Barra.

Comemoração

No cardápio do almoço, galinha caipira, canjica, amendoim, cocada e suco. Para divertir ainda mais os participantes, uma pescaria foi organizada e brindes distribuídos. Adélcio Aparecido Soares de Almeida, oficial de construção, aproveitou bastante o momento de descontração. “É um orgulho saber que estamos trabalhando para a Copa. Essa festa está ótima e a comida é sempre muito boa”, comentou.

Kléber Veras dos Santos, carpinteiro, veio do Piauí para trabalhar na reforma do estádio. “Quando eu estiver assistindo aos jogos com a minha família vou dizer com muito orgulho que trabalhei nessa obra. É muito bom receber o reconhecimento pelas metas cumpridas”, afirmou o carpinteiro.

O secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, comentou o atual estágio das obras. “Já estamos bem adiantados na terraplanagem, evoluindo com o trabalho das fundações internas e externas do estádio. A novidade é a fabricação dos pré-moldados, que serão utilizados na construção da esplanada”, adiantou. Em outubro as primeiras peças começam a ser instaladas.

Anúncios

Read Full Post »

 

Nesta segunda-feira (20), os trabalhadores da reforma doEstádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), voltaram ao trabalho, após o sucesso da negociação ocorrida entre o consórcio Minas Arena (responsável pelas obras), o Tribunal Regional do Trabalho e os sindicalistas. Com obras 100% dentro do prazo, o estádio continua na luta para receber a abertura do Mundial de 2014.

O secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, comemorou o fato: “Estamos felizes e otimistas com a volta dos trabalhadores. Nós, mineiros, agradecemos, com a certeza de ver o estádio pronto em dezembro de 2012”.

O acordo prevê aumento de 4% sobre os pisos salariais de R$ 605 e R$ 926. Além disso, os trabalhadores terão direito a cesta básica; participação nos lucros proporcional ao tempo de serviço na obra, no valor de até R$ 660,00; plano de saúde (que será apresentado pelo Consórcio Minas Arena até o fim de junho) e horas extras pagas com adicional de 100%. Cerca de 400 operários participaram da votação que determinou o fim da greve.

Em entrevista coletiva, o secretário Sergio Barroso destacou a consistência do projeto básico da obra do Mineirão, que recentemente foi elogiado em relatório do Tribunal de Contas da União (TCU): “Ele se destaca por ser o que, de longe, apresenta o maior grau de detalhamento dentre os estádios citados no relatório, com 1.309 plantas referentes a mais de 30 disciplinas inerentes à obra – o que garante a transparência e a correção na condução da obra”.

Visita de deputados da Comissão de Direitos Humanos

Também nesta segunda-feira (20), deputados da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais visitaram o Mineirão, para conhecer as instalações e as condições de trabalho dos operários. Os trabalhadores dispõem atualmente de 38 chuveiros elétricos, 45 sanitários e seis mictórios no canteiro de obras.

O restaurante oferece comida balanceada, com acompanhamento nutricional. São quatro tipos de salada (folhas e leguminosas), pratos proteicos (carne de boi, de porco ou de frango), os tradicionais arroz e feijão, suco e sobremesa. O curso de alfabetização é outro benefício oferecido a todos os operários. As aulas acontecem de segunda a quinta-feira, no centro social instalado no canteiro.

Uma representante do Ministério do Trabalho também esteve presente na visita. De acordo com Fátima Lagares, auditora fiscal do Trabalho, as obras são acompanhadas de perto pela entidade. “No momento, quatro auditores realizam fiscalizações periódicas dentro do estádio, analisando passo a passo as condições de trabalho e as estruturas. Até hoje, não houve indícios para notificações imediatas”, afirmou.

O deputado estadual Duarte Bechir (PMN), autor do requerimento referente à visita, ressaltou a importância do retorno ao trabalho dos operários. “Estamos felizes com o fim da greve. Nossa missão é acompanhar e garantir a satisfação dos trabalhadores”, explicou.

Ao final da visita, o secretário Sergio Barroso convocou a todos para defender a abertura da Copa de 2014 em Belo Horizonte: “Vamos deixar as questões políticas de lado e trabalhar juntos para mostrar ao país que temos as condições técnicas necessárias para sediar a abertura da Copa”, concluiu.

Read Full Post »

O secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, participou, nesta quarta-feira (18), em Brasília (DF), de audiência pública na Subcomissão Permanente de Acompanhamento da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016 do Senado. Depois de mostrar que o Governo de Minas está cumprindo rigorosamente o cronograma para a Copa, o secretário destacou que “a questão aeroportuária no Brasil é crítica” e pediu empenho ao governo federal.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi mais enfático na cobrança. “Não vejo ação objetiva, planejada e solidária do governo federal. Copa do Mundo não pode ser responsabilidade exclusiva dos estados e municípios. O governo federal deve ser condutor desse processo”, ressaltou.

O presidente da Subcomissão, senador Blairo Maggi (PR-MT), afirmou que brevemente irá a Belo Horizonte ver de perto as obras. Os técnicos e parlamentares presentes ficaram surpresos com o vídeo exibido por Minas Gerais, que mostra as obras do Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão) 100% em dia. Barroso aproveitou para destacar a meta do Governo do Estado de interiorizar a Copa. “Queremos promover nossos produtos como café, queijo, artesanato, cachaça, entre outros”, disse.

O secretário encerrou sua apresentação falando das ações de transparência adotadas na Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), como, por exemplo, a presença permanente de um auditor de carreira da Controladoria-Geral do Estado, a redução de dois terços das viagens e a limitação de duas pessoas da equipe em cada viagem.

Read Full Post »

 O Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), recebeu, nesta quinta-feira (5), a visita da Comissão de Esporte, Lazer e Juventude da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Os deputados estaduais puderam tirar dúvidas com relação às obras de modernização do estádio e visualizar o trabalho realizado no campo e no entorno da arena.

O secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, acompanhou a comitiva e ressaltou que as obras estão 100% em dia. “Estaremos prontos já para a Copa das Confederações. Vamos ter o melhor estádio do Brasil”, comentou.

O presidente da Comissão, deputado estadual Marques Abreu (PTB), presente na visita, enfatizou que a comissão vai caminhar junto ao Executivo, “para levar nosso Estado a fazer um grande evento”. O autor do requerimento para visita ao Mineirão, deputado estadual Adelmo Carneiro Leão (PT), declarou que a ida ao estádio foi positiva. “Vamos estar na Assembleia Legislativa em atividade permanente e acompanhando todas as ações para que ao final a gente possa aplaudir essa obra monumental”, disse. Também estiveram presentes os deputados estaduais Fabiano Tolentino (PRTB), Gustavo Perrella (PDT) e Tadeuzinho Leite (PMDB).

As obras do Mineirão encontram-se rigorosamente dentro do cronograma, com previsão de conclusão em dezembro de 2012. Atualmente na terceira e última etapa da modernização, o estádio está sendo adequado ao mais alto padrão de qualidade estabelecido pela Fifa. No momento, 300 operários trabalham nas obras, que seguem em ritmo acelerado. Aproximadamente 25% das escavações para sustentação da arquibancada inferior já foram concluídas, 95% da demolição da área interna do Mineirão está concluída (arquibancadas, escritórios, lojas etc) e aproximadamente 50% da área externa foi demolida para construção da esplanada.

O secretário Sergio Barroso também considerou a visita da comissão positiva. Segundo ele, é importante envolver todos os segmentos da sociedade para que a Copa 2014 seja bem sucedida.

Read Full Post »

Sediar uma Copa do Mundo é mais trabalhoso do que se imagina. São necessários obras e empreendimentos que resultem em melhorias permanentes para a sociedade nos quesitos mobilidade urbana, meio ambiente, estádios etc. Em Minas Gerais, essas ações serão desenvolvidas por meio de parceiras entre a Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) e demais secretarias, prefeituras e também governo federal.

No sentido de estabelecer responsabilidades, cronograma, previsão de investimento e origem do financiamento, foi definida a Matriz de Responsabilidade de Minas Gerais para a Copa. O documento reúne 117 ações para 2011. Elas envolvem a participação de 19 órgãos do governo, incluindo CemigCopasa e BDMG.

A execução desses projetos será coordenada pela Secopa. “Queremos que Belo Horizonte seja a melhor sede da Copa em 2014. Para isso, precisamos do compromisso e do envolvimento de todos para realizar as ações e, no caso da Copa, até 2014”, afirma o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso.

O documento consolida todos os compromissos estabelecidos com a Fifa para a realização da Copa de 2014 em Minas Gerais e também estabelece prioridades, uma vez que para o Governo de Minas o mais importante é transformar a Copa  em um marco de desenvolvimento socioeconômico. A principal premissa é a realização de projetos que se traduzam em benefícios permanentes que, após a Copa 2014, sejam incorporados ao cotidiano dos cidadãos mineiros.

Entre os compromissos, estão a conclusão da modernização do Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), do Estádio Raimundo Sampaio (Independência) e do Ginásio Jornalista Felipe Henriot Drummond (Mineirinho); promoção turística de Minas Gerais, com destaque para o Circuito Cultural da Praça da Liberdade, criação doPortal do Turismo de Minas Gerais, estruturação de parques ecológicos e outros roteiros e garantia de infraestrutura hoteleira; ampliação do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH); elaboração de Plano de Segurança e de Urgência e Emergência para a Saúde; criação do Centro de Comando e Controle Integrado; expansão da oferta de energia; implantação de internet sem fio em pontos turísticos públicos; capacitação de profissionais de diversas áreas; revitalização da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, entre outros.

Embora a Copa do Mundo seja em 2014, o secretário ressalta que vários projetos terão que estar prontos um ano antes. “Minas Gerais quer ter um papel protagonista não só durante o Mundial, mas também na Copa das Confederações, em 2013, quando teremos, por exemplo, o Mineirão pronto para a prática esportiva”, afirma Sergio Barroso.

Read Full Post »

 

Cerca de 400 pessoas, entre operários e convidados, comemoraram, nesta quinta-feira (28), os “100 Dias em Dia” da terceira e principal fase de obras de modernização do Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão). São 100 dias de trabalho que colocam Minas Gerais à frente das outras sedes da Copa de 2014 no Brasil, com o cumprimento rigoroso do cronograma da Fifa.

Durante o encontro, batizado de “Tropeirão no Mineirão”, foi oferecido almoço especial, com o tradicional tropeiro, em comemoração também ao Dia do Trabalhador. Estiveram presentes os secretários de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, e de Esportes e da Juventude, Braulio Braz; o presidente do Comitê Municipal Executivo da Copa 2014, Tiago Lacerda; e representantes da empresa Minas Arena, responsável pelas obras.

Barroso parabenizou os operários. “Parabéns a todos que estão escrevendo esse novo capítulo da história do estádio, que hoje dá exemplo ao Brasil por estar em dia com a agenda de 2014. Vocês estão trabalhando no projeto de um dos maiores estádios do país, que sediará encontros memoráveis. Estamos na torcida para, quem sabe, ser o palco de abertura da Copa”, disse.

O secretário Braulio Braz elogiou o evento. “Essa confraternização se reveste de um significado especial. Ao mesmo tempo em que é uma comemoração pelos 100 dias do início das obras de modernização do Mineirão, é a comprovação de que o Governo do Estado de Minas Gerais vai além do cumprimento rigoroso de todos os compromissos assumidos com a Fifa para a realização, em Belo Horizonte, de partidas da Copa do Mundo de 2014”, comentou.

O diretor presidente da Minas Arena, Ricardo Barra, também comemorou o marco dos 100 dias de trabalho, reforçando toda a complexidade da obra. “Trata-se de um projeto bastante sofisticado e emblemático. Com muito esforço e dedicação atingimos essa nova marca, o que nos dá muita tranquilidade para seguir adiante. Estamos confiantes em nossa equipe, que é rigorosamente treinada. Me orgulho muito de participar desse projeto, com muito entusiasmo. É como se fosse minha primeira obra”, disse. Ele destacou, ainda, a qualidade do trabalho e a segurança, fatores tão importantes quanto o cumprimento do cronograma.

Mãos a obra

Nas quatro tendas que foram montadas na parte externa do Mineirão para a realização do almoço, também foi apresentada uma exposição de fotos, denominada “Mãos a obra”, com imagens dos trabalhadores e das obras. As 40 fotografias mostraram detalhes captados durante a realização das obras e o dia a dia dos operários, protagonistas do encontro.

Márcio Lúcio Pereira, 54 anos, que trabalha no estádio como armador, classificou a função atual como a mais importante de seu histórico profissional, de 34 anos. “Com certeza, essa é a maior obra que eu já participei. Trabalhei durante 10 meses na construção do Mineirinho, em 1979, mas nem se compara com o que eu tenho aprendido com esse trabalho no Mineirão. Eu recebo hoje treinamento em prevenção de risco, que não existia 30 anos atrás”, relatou.

O mestre de obras Valdomiro Cordeiro Missena, 47 anos, reiterou a grandiosidade do projeto de modernização do Mineirão, do qual faz parte desde janeiro deste ano. “No pico da obra, vamos ter aqui dois mil empregados. É uma amostragem muito grande. Cheguei a coordenar, no máximo, 500 pessoas no passado. Agora, lidamos com novas exigências, como certificação ambiental e normas de segurança do trabalho. A realidade hoje nos obriga a ampliar conhecimentos”, ressaltou.

Para a comemoração do “Tropeirão no Mineirão” foram necessários 260 quilos de tropeiro, que consumiu 200 ovos, 60 quilos de arroz, 20 quilos de feijão, 20 quilos de linguiça, 30 quilos de lombo, 12 quilos de toucinho e 12 quilos de bacon, além de 300 litros de suco.

Ritmo acelerado

As obras no Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), seguem em ritmo acelerado, cumprindo rigorosamente o calendário. As máquinas avançam do lado de fora do estádio e cerca de 50% da área externa já foi demolida para a construção da esplanada multiuso, que vai circundar todo o estádio. Também estarão localizados nesse novo espaço, por exemplo, o novo estacionamento coberto.

Dentro do estádio, a antiga geral, a arquibancada inferior, lojas, escritórios e bares já foram derrubados. Cerca de  95% da demolição interna estão concluídos e em torno de 25% das escavações para sustentação da nova arquibancada foram realizadas. As escavações podem variar de 4 a 12 metros de profundidade, uma vez que o Mineirão está situado em um terreno inclinado. Após a perfuração, os tubulões, como são chamadas as perfurações, são preenchidos com aço e concreto, formando pilares bastante rígidos que sustentarão a nova estrutura.

As fundações também serão o passo seguinte na área externa. Essas estruturas sustentarão a futura esplanada. Ao mesmo tempo em que serão feitas essas escavações do lado de fora, serão realizados os trabalhos de terraplenagem. O Mineirão foi construído em área íngreme, mas o nivelamento do terreno permitirá melhor aproveitamento do espaço abaixo da esplanada.

Atualmente 300 operários trabalham no Mineirão, todos devidamente capacitados. Um canteiro de obras também foi construído. No local, funcionam o escritório, refeitório, centro de convivência dos operários, vestiários, banheiros, almoxarifados e depósitos. Na medida em que as contratações crescerem, as instalações do canteiro serão ampliadas. O pico será no início de 2012, com dois mil funcionários.

“O Mineirão será o primeiro estádio pronto para a Copa. Faremos a reinauguração no dia 31 de dezembro de 2012 e isso vai nos credenciar a ter papel importante na Copa das Confederações em 2013 e também na Copa do Mundo Fifa Brasil em 2014”, concluiu o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso.

Read Full Post »

As obras noEstádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), seguem em ritmo acelerado, cumprindo rigorosamente o calendário. As máquinas avançam do lado de fora do estádio e cerca de 50% da área externa já foi demolida para a construção da esplanada multiuso, que vai circundar todo o estádio. Também estarão localizados nesse novo espaço, por exemplo, o novo estacionamento coberto.

Dentro do estádio, a antiga geral, a arquibancada inferior, lojas, escritórios e bares já foram derrubados. Cerca de  95% da demolição interna está concluída e, em torno de 25% das escavações para sustentação da nova arquibancada já foram realizadas. As escavações podem variar de 4 a 12 metros de profundidade, uma vez que o Mineirão está situado em um terreno inclinado. Após a perfuração, os tubulões, como são chamadas as perfurações, são preenchidos com aço e concreto, formando pilares rígidos que sustentarão a nova estrutura.

As fundações também começarão a ser feitas na área externa. Essas estruturas sustentarão a futura esplanada. Ao mesmo tempo em que serão feitas essas escavações do lado de fora, serão realizados os trabalhos de terraplenagem. O Mineirão foi construído em área íngreme, mas o nivelamento do terreno permitirá melhor aproveitamento do espaço abaixo da esplanada.

“Os trabalhos de demolição e fundação demandam um bom tempo para execução. Quando entrarmos na modernização propriamente dita todos vão se surpreender com a rapidez da evolução”, explica o diretor-presidente da Minas Arena, Ricardo Barra. 

Atualmente 300 operários trabalham no Mineirão, todos devidamente capacitados. Um canteiro de obras também foi construído. No local, funcionam o escritório, refeitório, centro de convivência dos operários, vestiários, banheiros, almoxarifados e depósitos. Na medida em que as contratações crescerem, as instalações do canteiro serão ampliadas. O pico da obra será no início de 2012, com dois mil funcionários.

“O Mineirão será o primeiro estádio pronto para a Copa. Faremos a reinauguração no dia 31 de dezembro de 2012 e isso vai nos credenciar a ter papel importante na Copa das Confederações, em 2013”, ressalta o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso.

Read Full Post »