Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Olimpíada 2016’ Category

A Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej) assegurou a realização da 20ª edição dos Jogos Abertos Brasileiros (JABs), que vai acontecer em Minas Gerais, ao assinar convênio para repasse de recursos à Liga Desportiva do Alto Rio Pardo (Lidarp), organizadora do evento no Estado. O convênio prevê apoio financeiro e foi assinado pelo secretário de Estado de Esportes e da Juventude, Braulio Braz, e o presidente da Lidarp, Márcio Aurélio Messias Franco.

A delegação de Minas Gerais será composta pelas equipes vencedoras do Minas Olímpica Jogos do Interior de Minas (Jimi 2010). Os jogos serão realizados em Poços de Caldas, no Sul de Minas, de 27 de maio a 1º de junho, e já têm inscritos nove Estados: Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul.

“Este é um evento de nível nacional e a Lidarp, para a sua realização, necessita de parcerias com a Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude e com a Prefeitura de Poços de Caldas”, explicou Márcio Aurélio, que esteve na sede da Seej para assinatura do convênio.

“O Governo de Minas Gerais, por intermédio da Seej, dá mais uma clara demonstração de seu compromisso com o desenvolvimento do esporte, não só no Estado, mas em todo o país”, destacou o secretário Braulio Braz, lembrando da importância de eventos como o Jimi, realizado pela secretaria, e o JABs, na formação de atletas para a disputa dos Jogos Olímpicos de 2016.

Read Full Post »

Após análise do projeto e visita às obras do Centro de Treinamento Esportivo de Belo Horizonte (CTE), o superintendente Executivo de Esportes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Marcus Vinicius Freire, considerou “positivo o modelo de centro de treinamento”, que está em fase inicial de construção. O CTE ficará ao lado do Complexo Mineirão-Mineirinho, integrado ao Centro de Esportes Universitários (CEU), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na região da Pampulha, em Belo Horizonte.

O dirigente do COB esteve em Belo Horizonte em companhia do consultor da entidade e presidente da Associação Internacional de Centros de Treinamento Esportivos de Alta Performance, Jukka Lahtinen.

“É um modelo de centro de treinamento que gostaríamos de ver pensados nas 27 unidades federativas brasileiras”, afirmou o dirigente do COB, elogiando também a parceria estabelecida entre a Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) na execução das obras. “Esta parceria é, hoje, um caminho sem volta. É necessário a união dos entes públicos e a ciência para o aprimoramento do esporte de alto rendimento. Só desta maneira é possível aprimorarmos o esporte”, explicou Marcus Freire.

CTE

O CTE faz parte da preparação de Minas Gerais para receber os Jogos Olímpicos de 2016 e tem a conclusão das obras prevista para dezembro de 2012. A pista de atletismo, parte do módulo 1 da obra, será inaugurada em julho de 2011. Em 2012, serão concluídas as obras do módulo 2, quando os atletas de alto rendimento poderão contar com um centro de treinamento esportivo de alta qualidade e tecnologia e capacitado para atender a todas as suas demandas na capital mineira.

O módulo 2, resultado de convênio celebrado entre a Seej e a UFMG, começou a ser construído em dezembro de 2010 e será implantado ao longo da avenida Alfredo Camarate. O complexo abrigará a entrada principal do conjunto esportivo, a administração, o parque aquático, incluídos os vestiários, a estação de tratamento e aquecimento de água e os depósitos de apoio ao parque, a pista de atletismo e demais instalações comuns a todas as modalidades esportivas, como musculação, hidroterapia, fisioterapia e consultórios médico e odontológico e para nutricionista. O Centro de Treinamento terá capacidade para o atendimento de 2 a 2,5 mil atletas por dia.

As obras do módulo 2, orçadas em R$ 31 milhões, receberam investimento integral do Governo de Minas. Um estacionamento com capacidade para 304 veículos, incluídas 20 vagas com acessibilidade universal e seis para ônibus, também será construído.

Tecnologia

O parque aquático disporá de piscina com bordas interiores móveis, que possibilitarão seis configurações do equipamento, para a natação em 50 e 25 metros (quatro configurações) e a disputa de pólo aquático em 28 e 33 metros. A instalação do equipamento com essas possibilidades é pioneira no Brasil. Além disso, o complexo esportivo será dotado da mais moderna tecnologia de geração de energia sustentável.

O Centro de Treinamento será utilizado para a capacitação de esportistas com alto potencial para participar de competições olímpicas e paraolímpicas. Para possibilitar as práticas esportivas e competições, o centro será composto por espaços para treinamento de ginástica olímpica e artística, quadras cobertas para esportes coletivos (handebol, basquetebol, voleibol e futsal) e judô, além do parque aquático.Todas as atividades contarão com a supervisão técnica da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da UFMG.

Participaram da reunião com o representante do COB e o presidente da Associação Internacional de Centros de Treinamento Esportivos de Alta Performance , o secretário-adjunto de Esportes e da Juventude, Rogério Romero, o subsecretário de Esportes, Alexandre Massura, a pró-reitora-adjunta de Planejamento da UFMG, professora Maria Lúcia Mallard, o diretor da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais (EEFFTO-UFMG), Emerson Silami, o professor da EEFFTO-UFMG, Leszek Antoni Szmuchrowski, o superintendente de Esporte de Competição da Seej, Frederico Pessoa, o diretor de Infra-Estrutura Esportiva da Seej, Sérgio Luiz de Souza Marques, e o arquiteto Juliano Nemer.

Read Full Post »

Comitê Olímpico Brasileiro vê possibilidade em Belo Horizonte sediar jogos de futebol das Olimpíadas 2016Belo Horizonte tem chances reais de sediar jogos de futebol das Olimpíadas 2016. A avaliação foi feita nesta quarta-feira (26) pelo diretor de Relações Institucionais do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Fábio Starling, durante palestra no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), em Belo Horizonte. “As perspectivas que temos são reais”, afirmou o dirigente do COB, um dos responsáveis pela apresentação ao Comitê Olímpico Internacional (COI), em Lausanne, na Suíça, da candidatura do Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas em 2016.

Ele lembrou que, caso a capital fluminense seja a escolhida na disputa com Chicago, Tóquio e Madri, Belo Horizonte será subsede de futebol masculino e feminino. Fáfio Starling revelou, ainda, que em 15 de setembro serão divulgados os resultados das análises procedidas pelo COI nas cidades brasileiras candidatas a sede e subsede dos jogos que incluem também São Paulo, Brasília e Salvador. “Dia 2 de outubro, será divulgado o resultado das eleições no COI para a escolha da sede”, completou o dirigente esportivo. Ele garantiu que os técnicos do COI gostaram das propostas apresentadas pelas cidades brasileiras.

Fábio Starling esteve na capital mineira para apresentar aos governos estadual e municipal, que trabalharam pela candidatura do Brasil, os resultados dos contatos mantidos na Suíça. Na sua avaliação, o COI e a Comissão de Candidatura Rio 2016 apresentaram ao COI garantias que superam as exigências da entidade olímpica internacional.

Na avaliação do secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej), Rogério Romero, a boa avaliação de Belo Horizonte é decorrente da política do Governo do Estado de gerar as condições necessárias para o recebimento de disputas internacionais de modalidades esportivas diversas. “Belo Horizonte tem a seu favor ainda, o projeto de modernização de estádios, decorrente das exigências para o sediamento de jogos da Copa do Mundo da FIFA de 2014”, afirmou Romero.

Read Full Post »