Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Gestão em Minas’ Category

Nanium: Governo de Minas investe em inovação e tecnologia, empresa investirá R$ 30 milhões em unidade industrial em Juiz de Fora.

Nanium: Governo de Minas Inovação e Tecnologia

Fonte: Agência Minas

 Nanium: Governo de Minas atrai fabricantes de chips

Governo de Minas aposta em tecnologia e inovação para atrair novas empresas para o Estado.

O vice-governador de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho, assinou, nesta quarta-feira (29), protocolo de intenções com a empresa portuguesa Nanium Participações S.A, para a implantação de uma unidade industrial em Juiz de Fora, na região da Zona da Mata. O projeto prevê a produção de semicondutores direcionados para o mercado brasileiro e países do Mercosul.

Minas Gerais reúne uma série de predicados, como a localização geográfica privilegiada, próxima a 78% do mercado consumidor brasileiro. Temos ainda uma gestão premiada e reconhecida por organismos internacionais. O grande desafio do Estado é transformar o seu potencial em benefícios que se traduzam cada vez mais em inovação, tecnologia e na agregação de valor”, destacou o vice-governador.

A empresa irá investir R$ 30 milhões na implantação da nova unidade industrial, com a geração de 150 empregos diretos e outros 40 indiretos. “O empreendimento irá gerar empregos altamente qualificados, com a formação de gestores, engenheiros, técnicos e operadores de produção, em parceria com a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), que serão treinados no Brasil e em Portugal”, explica José Miranda Chaves Netto, diretor-executivo da Nanium Participações.

Além do protocolo com o Governo de Minas, a Nanium irá assinar uma carta de Intenções com a UFJF, estabelecendo que, na primeira fase do projeto, a unidade será instalada temporariamente no campus da universidade. Já na segunda fase, será construída uma unidade industrial definitiva no futuro Parque Científico e Tecnológico da UFJF. Em contrapartida, a Nanium deverá disponibilizar acesso às informações relativas a semicondutores adotadas em seu processo produtivo, além de transferir o conhecimento de processo aos pesquisados e alunos da UFJF.

O projeto terá início em outubro de 2012 e tem término previsto para meados de 2017. Na primeira etapa, serão fabricados módulos de memória Dram e módulos de Flash (como Pen drives). Na segunda etapa, que deverá ocorrer 12 meses após a conclusão da primeira, serão iniciadas as atividades de produção de componentes em sala limpa (como cartões de memória) para o mercado de desktops, notebooks e tablets.

A empresa

A Nanium S.A. foi fundada em 1996 no município de Vila do Conde, em Portugal, para produzir e prestar serviços no segmento de eletrônica. A companhia atua ainda nas áreas de serviços, equipamentos, processo, produto e fabricação de semicondutores.

A empresa iniciou suas atividades como Siemens Semicondutores S.A. e, depois de algumas alterações, passou a ser designada por Nanium S.A., com composição acionária constituída por 17,88% do Estado Português, por intermédio do Ministério dos Negócios Estrangeiros, e 41,06% dos Bancos Espírito Santo e Comercial Português.

A Nanium possui também know-how na fase de packaging (ou encapsulamento) dos chips, os cérebros dos equipamentos eletrônicos.

Nanium: Governo de Minas – Link da matéria: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/multimidia/galerias/vice-governador-assina-protocolo-de-intencoes-com-fabricante-de-semicondutores/

Read Full Post »

Governo de Minas: imagens aéreas do estádio Mineirão mostram avanço das obras de modernização

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/imagens-aereas-do-estadio-mineirao-mostram-avanco-das-obras-de-modernizacao/

Há hoje no canteiro 2.900 trabalhadores. Setenta e oito por cento das obras já foram concluídas

Sylvio Coutinho/Divulgação
imagem.title
Imagens mostram o estágio atual de conclusão de 78% das obras

A esplanada já está em fase final de obras
A esplanada já está em fase final de obras

Imagens aéreas mostram o estágio atual de conclusão de 78% das obras da terceira e última etapa da modernização do Mineirão. Estão em fase final o piso do estacionamento coberto e as construções da arquibancada inferior, dos camarotes, banheiros, vestiários e da esplanada. Outro destaque do andamento da reforma é a instalação das treliças metálicas da nova cobertura.

“O novo estádio começa a compor a paisagem da região da Pampulha. Seu uso será ampliado pelos visitantes tão saudosos dos espetáculos históricos do futebol mineiro”, diz o secretário interino de Estado Extraordinário da Copa (Secopa), Fuad Noman. Há hoje no canteiro 2.900 trabalhadores.

Com data marcada para acabar no dia 21 de dezembro deste ano, a obra avança ainda com a montagem das peças pré-moldadas da via de integração com o Mineirinho, a instalação das cadeiras e dos guarda-corpos na área da esplanada, além das estruturas que receberão as futuras catracas. As partes hidráulica e elétrica também seguem em dia o cronograma. Várias eletrocalhas podem ser vistas no novo estádio. O campo, que foi rebaixado 3,4 metros, passa pela fase de nivelamento para preparação da drenagem.

Sua grama será plantada em setembro, mês de entrega das peças pré-moldadas da via de integração. “As fotos aéreas evidenciam os trabalhos avançados no Complexo Mineirão. É um compromisso da Minas Arena finalizar as obras no prazo esperado pelo torcedor”, destaca Ricardo Barra, diretor-presidente da Minas Arena, responsável pelas obras e futura operadora do estádio.

Read Full Post »

Minas recebe novos investimentos. São R$ 42,4 milhões e geração de 954 empregos em cinco novos empreendimentos.

Minas: geração de emprego e renda

Minas Gerais recebe cinco novos investimentos no valor total de R$ 42,4 milhões

Investimentos vão gerar 954 empregos, sendo 464 diretos e 490 indiretos

\"

Minas recebe novos investimentos

Minas Gerais irá receber cinco novos investimentos, no valor total de R$ 42,4 milhões e geração de 954 empregos (464 diretos e 490 indiretos). O anúncio foi feito pelas empresas Poloar, Endobrax, Thermoprat Indústria e Comércio de Embalagens Ltda., Cooperativa dos Produtores Rurais de Santo Antônio do Monte Ltda. e HM Comércio Importação e Exportação Ltda. que assinaram protocolo de intenções com o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), órgão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede).

O maior investimento será feito pelo Grupo Poloar, proprietário da empresa M.P.T, que irá investir R$ 30 milhões na implantação de um centro de distribuição em Extrema, no Sul de Minas. O novo empreendimento será destinado exclusivamente à comercialização de equipamentos de climatização, na modalidade comércio eletrônico (e-commerce).

Segundo o cronograma do projeto, que teve início em abril deste ano, a previsão de conclusão é para outubro de 2012. “Estamos negociando o local do empreendimento em Extrema para que, em breve, possamos iniciar as operações em Minas, que tem uma localização bastante estratégica para o nosso negócio”, comenta o proprietário da empresa, Luiz Barbosa santos Cardozo.

O novo investimento irá gerar 125 empregos diretos e outros 75 indiretos. O Grupo empresarial Poloar, proprietário da empresa M.P.T atua no segmento de climatização e foi fundado em 1979, na capital paulista. Com a instalação, em 2004, da nova sede na cidade de São Paulo, a Poloar conseguiu atingir a agilidade necessária para atender a crescente demanda em toda a Grande São Paulo, nas filiais no interior paulista e também das principais regiões metropolitanas nos demais Estados. Nesta nova fase, a empresa aposta nas vendas virtuais, através de seu site, onde tem apresentado resultados satisfatórios.

Equipamentos médicos

Sem fábrica similar no Brasil e com a meta, de longo prazo, de abastecer o Mercosul, a Brazilian Endoscope Indústria e Comércio de Equipamentos Médicos Ltda (Endobrax) está implantando sua primeira unidade industrial em Belo Horizonte destinada à fabricação e comercialização de equipamentos e acessórios médico-hospitalares. A empresa, que pretende iniciar sua produção ainda este ano, irá fabricar equipamentos médicos como sondas para endoscopia, pinças, monitores, instrumentos cirúrgicos e oxímetros.

A Endobrax já possui registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e importou os equipamentos necessários à montagem do empreendimento. A expectativa é de que a produção seja iniciada ainda este ano, a partir do protocolo de intenções assinado com o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi).

Com sede própria, a Endobrax, que já comercializava os acessórios médico-hospitalares, está investindo R$ 1,22 milhão na aquisição de máquinas, equipamentos e obras civis. Serão gerados 65 novos empregos diretos e 80 indiretos para a produção de 3.290 equipamentos por ano. Durante a assinatura do protocolo, o diretor administrativo da Endobrax, Cleber Batista de Sousa, salientou que a longo prazo, o objetivo é aumentar o faturamento da empresa. “Trabalhamos para já no primeiro ano crescermos e, a longo prazo, nossa meta é de um aumento de 50% no faturamento e uma média de 25% de crescimento ao ano. Nosso projeto inclui a importação de componentes e montagem, mas com a aglutinação de peças e softwares nacionais, agregando valor aos nossos produtos, com a colaboração de mão de obra qualificada formada na própria empresa”, destacou.

Embalagens

Com investimento de R$ 4,95 milhões, a Thermoprat Indústria e Comércio de Embalagens Ltda irá expandir sua unidade industrial, localizada na cidade de Extrema, no Sul de Minas, destinada à fabricação de embalagens metálicas. Serão gerados 100 novos empregos diretos e 35 indiretos com a produção e comercialização de bandejas descartáveis de alumínio e rolinhos de alumínio. O projeto tem término previsto para dezembro de 2014, com início da produção em 2015.

A Thermoprat é uma empresa 100% brasileira, fundada em 1995, que atua na produção de embalagens descartáveis de alumínio, exclusiva para alimentos. Sua matriz está localizada em Campo Limpo Paulista, no Estado de São Paulo.

Leite

Também assinou protocolo de intenções com o Indi a Cooperativa dos Produtores Rurais de Santo Antônio do Monte Ltda. (Coopersam) que irá implantar uma unidade agroindustrial no município da região Centro-Oeste de Minas, para produção e comercialização de queijos mussarela, prato, Minas padrão, frescal e ricota. Com investimento de R$ 6,05 milhões e a geração de 84 empregos diretos e 205 indiretos, serão fabricados também requeijão, iogurte, leite fermentado e manteiga.

O projeto já está em execução e deverá entrar em operação no segundo semestre de 2013. Em dois anos, a previsão é de que deverá processar cerca de 120 mil litros de leite por dia, com foco no mercado de fatiados. Atualmente, a Coopersam trabalha com 230 produtores ativos.

O projeto visa dar continuidade à cadeia produtiva do leite, agregando valor à matéria prima e incentivando a produção leiteira e o seu desenvolvimento na região. A Coopersam iniciou suas atividades em 1999 no município de Santo Antônio do Monte. Hoje a cooperativa comercializa o leite in natura, tendo como principal cliente a empresa Embaré Indústria Alimentícia Ltda.

Lâmpadas

Já a HM Comércio Importação e Exportação Ltda., que atua no segmento de comercialização de lâmpadas da China com marca própria, está investindo R$ 200 mil na implantação de um centro de distribuição,em Belo Horizonte. O novo empreendimento irá contribuir com a expansão do negócio, tornando a empresa mais competitiva. “Queremos expandir as nossas vendas para outros Estados”, afirma o sócio proprietário da empresa, Frederico Nunes Mansur.

A expectativa da empresa é que, ainda em setembro deste ano, o projeto esteja concluído para que em breve a empresa possa ingressar com seus produtos em outros Estados.

Minas: novos investimentos – Link: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-gerais-recebe-cinco-novos-investimentos-no-valor-total-de-r-424-milhoes/

Read Full Post »

Ideb 2011: Gestão de Aécio e Anastasia com foco na qualidade consolidou modelo de Educação Básica e garantiu o 1ª lugar no ranking nacional.

Ideb 2011: gestão eficiente da educação e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica

Fonte: Agência Minas

Minas Gerais tem a melhor educação básica do país, revelam dados do Ministério da Educação

Resultados do IDEB divulgados nesta terça-feira indicam que alunos mineiros atingem padrões de países desenvolvidos nos anos iniciais do ensino fundamental

Minas Gerais tem a melhor educação básica do país. É o que revelam os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), de 2011, divulgados, nesta terça-feira (14), pelo ministro da Educação, Aloízio Mercadante. Nas séries iniciais do ensino fundamental os alunos da rede estadual mineira alcançaram índice 6, comparável à qualidade do sistema educacional dos países desenvolvidos.

O levantamento do Ministério da Educação indica que, em relação à medição anterior, o sistema estadual de ensino de Minas evoluiu em todos os níveis.

Em comparação com outros estados, a rede estadual mineira também se destaca, mantendo a primeira colocação nos anos iniciais do ensino fundamental. Além disso, Minas subiu do 3º para o 2º lugar nos anos finais e ficou na 3ª posição no ensino médio. Seguem abaixo os rankings nacionais em cada um desses níveis de ensino:

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

Ideb 2011: Minas 1ª lugar no ranking nacional

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

Diante dos resultados, o governador do Estado, Antonio Anastasia, parabenizou toda a comunidade escolar e ressaltou que os números são fruto dos “esforços realizados pela sociedade mineira” e de um trabalho que vem sendo realizado com competência e comprometimento na educação mineira nos últimos anos.

O governador lembra que a boa escola qualifica o capital humano, facilitando a atração de investimentos e a geração de emprego e renda. “Cumprimento os professores, alunos, servidores da educação e pais. O Governo de Minas tem orgulho dos esforços de todos. Os resultados são fruto também de planejamento e de programas como o PIP (Programa de Intervenção Pedagógica) e da inserção das crianças aos seis anos na Escola, da qual Minas foi pioneira”, afirma Anastasia.

A secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, apontou o comprometimento de professores e demais servidores da educação como fundamental para os bons resultados e destacou a importância de projetos desenvolvidos pelo Governo de Minas. “Os resultados do Ideb demonstram que a política mineira para com a educação tem compromisso com a qualidade e vem sendo desenvolvida de forma muito séria nos últimos anos. Os projetos e investimentos do Governo, o compromisso dos nossos profissionais e a qualidade do nosso alunado são fatores que resultaram nesses bons índices”, afirma.

A secretária também destaca o Programa de Intervenção Pedagógica. “Este é um dos instrumentos que possibilitaram diretamente os avanços nos anos iniciais do ensino fundamental, a partir do acompanhamento direto dos resultados das escolas e propostas de programas e ações com foco na qualidade”, completa.

Minas melhora índice e mantém liderança nos anos iniciais do Ensino Fundamental

Os alunos mineiros alcançaram nota média 6,0 nos anos iniciais do ensino fundamental, de acordo com os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2011. Como este resultado, a rede estadual mineira mantém o primeiro lugar no ranking nacional. O índice, segundo o próprio Ministério da Educação, é equivalente à média da educação em países desenvolvidos. No último Ideb, medido em 2009, a rede estadual mineira já era a primeira colocada, com índice de 5,8.

Com Ideb de 6,0, a rede estadual mineira não só deixou para trás a meta estabelecida para 2011, que era de 5,7, como ultrapassou antecipadamente a meta estipulada para 2013, que é de 5,9. No total, 767 escolas estaduais mineiras apresentaram Ideb igual ou superior a 6,0 nos anos iniciais em 2011.

Considerando o Ideb de todas as redes — estadual, municipais e privadas — Minas Gerais também conseguiu destaque. O índice alcançado foi de 5,9 e também ultrapassa antecipadamente a meta estipulada para 2013, que é de 5,7.

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

Nos anos finais, Estado subiu do terceiro para o segundo lugar no ranking nacional

Nos anos finais do ensino fundamental, a rede estadual mineira também apresentou evolução. No Ideb 2011, as escolas dos anos finais alcançaram a média de 4,4. Esse índice fez com que a rede estadual mineira fosse classificada na segunda posição em relação a todas as redes estaduais do país, atrás apenas de Santa Catarina, que ficou com 4,7.

Com Ideb de 4,4, a rede estadual mineira alcançou antecipadamente a meta estipulada para 2013, que é justamente de 4,4. Em relação ao último índice apurado, em 2009, a rede estadual apresentou evolução, passando de 4,1 para 4,4. Considerando todas as redes de ensino, Minas Gerais tem um Ideb de 4,6 e também alcançou antecipadamente a meta estipulada para 2013.

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

No ensino médio, índice mineiro é o terceiro melhor do país

A rede estadual mineira é a terceira melhor do país, de acordo com o Ideb 2011. Os alunos mineiros alcançaram o índice de 3,7 e cumpriram a meta estipulada para o período. Com essa nota, a rede estadual cresceu em relação ao Ideb 2009, quando alcançou um índice de 3,6.

Nesta etapa, a rede estadual mineira ficou atrás apenas de Santa Catarina, que está na primeira posição com Ideb de 4,0 e de São Paulo, que ficou em segundo lugar, com Ideb de 3,9.

 Ideb 2011: Minas tem a melhor Educação do país

Ideb 2011: gestão da educação em Minas – Link da matéria: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-gerais-tem-a-melhor-educacao-basica-do-pais-revelam-dados-do-ministerio-da-educacao/

Entrevista do governador Antonio Anastasia sobre os resultados do Ideb

Read Full Post »